IMUNIDADE “alta” IMPEDE AÇÃO DO CORONAVÍRUS?

Toda defesa natural do nosso organismo é produzida pelo sistema imunológico, que virou o centro das atenções em tempos de coronavírus.
Fontes: BBC Brasil / Uol

É preciso primeiramente entender que a imunidade são os mecanismos que nosso corpo apresenta para garantir proteção contra agentes que podem causar danos a ele. Essa proteção é garantida graças ao nosso sistema imunológico, o qual é formado por moléculas, células, tecidos e órgãos que atuam de maneira conjunta para garantir nossa proteção. Alterações na nossa imunidade podem tornar-nos mais suscetíveis a doenças.

Ainda sobre a imunidade, se faz necessário entender que se classifica em dois tipos: INATA, aquela presente em todos os organismos desde o nascimento; e também a ADAPTATIVA, é aquela que adquirimos durante a vida. Tais imunidades atuam por duas formas: ATIVA, é aquela que ocorre quando o próprio corpo do indivíduo produz uma resposta imune, enquanto a PASSIVA é aquela em que o indivíduo recebe anticorpos já prontos, sem que seu sistema imunológico seja estimulado.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o sistema imune passou a ter papel principal, isso porque, como ainda não temos medicamentos ou vacinas para nos proteger desse novo vírus, combatê-lo depende inicialmente da capacidade de resposta de cada indivíduo à doença, conhecida como covid-19. Sendo assim, mesmo que não impeça ninguém de contrair a doença, ter uma imunidade em dia é vital para ajudar na luta contra a infecção e na recuperação do doente, dizem especialistas.

Praticar exercícios físicos regularmente, reduzir o estresse, dormir bem e ter uma alimentação balanceada são importantes para manter nosso sistema de defesa funcionando. Imagem: reprodução internet

COMO GARANTIR BOA IMUNIDADE

Segundo especialistas, são quatro os pilares de uma “boa imunidade”: praticar exercícios físicos regularmente, reduzir o estresse, dormir bem e ter uma alimentação balanceada.

Mas, antes de tudo, eles alertam para outro tipo de combate, contra a “desinformação”. O principal mito é a suposição de que podemos “elevar nossa imunidade”, dizem.

“Não existe essa história de imunidade alta. Existe imunidade normal ou imunidade baixa por algum problema que a pessoa tenha, como doenças ou uso de medicamentos imunossupressores (que reduzem a atividade ou eficiência do sistema imunológico, usados, por exemplo, quando o paciente recebe um órgão transplantado). Imunidade alta não existe, não tem como elevar a imunidade”, explica o infectologista Alberto Chebabbo, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia e diretor-médico do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, no Rio de Janeiro.

“Ou seja, quem tem imunidade normal, tem o risco de contrair a doença e desenvolver os sintomas. Quem tem imunidade baixa, inclusive os idosos, porque seu sistema imunológico já envelheceu, tende a apresentar os sintomas mais graves da doença”, acrescenta.

ESTILO DE VIDA ALTERA NOSSA DEFESA

Ana Caetano Faria, professora titular de Imunologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e especialista da Sociedade Brasileira de Imunologia, concorda.

“O que ocorre é que nosso estilo de vida faz com que nossa imunidade caia. Ou seja, existem formas de restabelecer a normalidade de nosso sistema imunológico, mas não elevá-lo”, diz.

O sistema imunológico é um conjunto complexo de células, tecidos, órgãos e moléculas que cumprem funções específicas em uma resposta coordenada para neutralizar vírus, bactérias, fungos e parasitas — antes que sejam fatais.

COMO O SISTEMA COMBATE VÍRUS

Diante de uma nova ameaça, o corpo tem de partir do zero e construir as defesas necessárias. Mas, no caso de um vírus, este processo costuma ser mais demorado do que a velocidade com que este tipo de microrganismo se multiplica e infecta células.

“É uma corrida. O adversário avança mais rápido do que o sistema imunológico consegue desenvolver mecanismos de ação para combatê-lo”, afirma o imunologista Renato Astray, pesquisador do Instituto Butantan.

Isso não significa, no entanto, que a batalha esteja perdida. O sistema imunológico encontra com o tempo, formas de acabar com a ameaça, como vem ocorrendo nesta epidemia de coronavírus.

Leia mais: Sistema imunológico – garante a proteção do nosso corpo contra substâncias estranhas e patógenos

Mantenha hábitos saudáveis e tenha sua imunidade ativa

FORMA NATURAL DE MELHORAR A IMUNIDADE

O sistema imunológico precisa ter seu funcionamento adequado e isso está diretamente relacionado com a nossa saúde. Não existem fórmulas mágicas para melhorar-se a imunidade, entretanto, hábitos de vida saudáveis podem ajudar-nos a garantir um melhor funcionamento desse sistema”, explica Vanessa Sardinha dos Santos, professora de Biologia.

Dentre as medidas que devemos adotar para melhorar nosso sistema imunológico, destacam-se:

– Alimentar-se de maneira saudável;
– Dormir bem;
– Praticar exercícios físicos;
– Hidratar-se;
– Evitar situações que provocam estresse.